Você sabia que o auto-exame da boca  é tão importante quanto o auto-exame da mama  para diagnosticar doenças graves em estágios iniciais?

O Ministério da Saúde prevê para 2012, 9.990 novos casos de câncer de boca em homens, e 4.180 em mulheres. E de acordo com a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), mais de 14.00 novos casos estão previsto para este ano.

Se diagnosticados precocemente, as chances de cura do câncer bucal são de 60% em média, e de 30%  nos casos diagnosticados em estágios avançados .

Diante dessa estatística, é imprescindível  que seja realizado o auto-exame de boca,pois através dele podem ser diagnosticadas muitas patologias ainda em seu estágio inicial.

O auto-exame de boca é uma forma de encontrar anormalidades presentes na cavidade oral, podendo assim, prevenir o desenvolvimento de lesões  ainda no início, que se não diagnosticadas  a tempo, podem  progredir , dificultando  o tratamento. É um exame simples, que pode ser realizado pelo próprio paciente em frente ao espelho, através da palpação na região da cabeça e pescoço.

Através do auto-exame podem ser detectadas alterações de cor e de forma na mucosa oral,que inicialmente  não apresentam sintomas  ou desconforto, que são de extrema importância para o diagnóstico precoce.

Durante o exame são observados:

• Mudança de coloração da pele ou da mucosa; 

• Áreas irritadas debaixo de próteses (dentaduras, pontes móveis); 

• Feridas que não cicatrizam em duas semanas; 

• Sangramento;

• Dentes fraturados ou amolecidos;

• Algum caroço ou endurecimento;

• Dificuldade ou dor ao abrir a boca ou engolir;

• Áreas dormentes, inchaços;

 

Se após o auto-exame forem detectadas algumas dessas anormalidades,deve-se procurar o dentista mais próximo, para que possa verificar e fazer o acompanhamento se necessário.

 

Passo-a-passo:

·         Antes de iniciar o exame, é importante lavar bem as mãos.

 

<http://www.blogadao.com/lave-as-maos-e-evite-doencas/>

 

·         Em um local bem iluminado,retire dentaduras, pontes e próteses se possuir, e comece a observar o seu rosto. Preste atenção se ambos os lados estão do mesmo tamanho, e se algo fora do normal.

 

 

 

·         Vire o lábio de baixo  e para cima e observe se ele está mais avermelhado ou esbranquiçado em alguns pontos.Algumas vezes podemos sentir alguns pontos muito pequenos que são normais, desde que não estejam inchados ou duros.

 

 

 

·   Com o dedo indicador, afaste a bochecha e observe-a pelo lado de dentro,nos dois lados.Ainda com o dedo indicador, percorra toda a gengiva da parte superior e inferior da boca.

 

                                     

·         Coloque a língua para fora e observe se ela está mais avermelhada, ou se possuir alguns focos esbranquiçados, se possui rachaduras ou algum machucado, e sinta se algum local da língua dói mais que o outros quando você passa o dedo ou até mesmo quando escova os dentes.

 

·         Levante a língua e observe a parte inferir.

 

 

·         Observe a língua dos dois lados e verifique se há algum machucado na parte lateral.

 

 

·         Incline a cabeça para trás, observe e palpe todo o “céu da boca”.

 

·         Dizendo “Ah” em frente ao espelho  observe a garganta.

 

 

Fazendo o auto-exame diariamente é possível conhecer melhor a cavidade oral podendo assim notar quando algo estiver anormal.

Se encontrar qualquer anormalidade procure seu dentista.

 

 

 

 

Prevenção do Câncer de Boca e Fatores de Risco

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o índice de pessoas diagnosticadas com câncer bucal  tem avançado pelo menos 30% a cada ano, e o mais  preocupante é que esse é um tipo de câncer recorrente mas  que pode diminuir sua incidência se houver  a prevenção.

É de extrema importância conhecer quais são os fatores de risco do câncer bucal ,para que a prevenção seja eficaz, ou , se necessário para fazer  o diagnóstico precoce.Dentre as formas de prevenção estão o auto-exame, que é um método simples e eficaz de detectar anormalidades, desde manchas,aumento de tecidos, etc,na cavidade oral,e também conhecer os fatores de riscos , que são assim denominados pois aumentam as chances do desenvolvimento da doença.

Entre os fatores de riscos podemos destacar a  idade, sendo acima dos 40 anos,tabagismo, consumo de álcool, má higiene bucal, e próteses desajustadas.

O uso do tabaco em qualquer forma (cigarro,charuto, cachimbo,mascado) é o responsável pela maioria dos casos de câncer de boca. O tabagismo no organismo pode atuar em processos como a inibição da ação oxidante da saliva,na cicatrização de tecidos da cavidade oral e no aumento de queratina na mucosa.São liberados na boca em torno de 5 mil elementos químicos e 43 elementos cancerígenos devido ao contato direto entre a boca e o tabaco ressecam a mucosa oral , provocando esse aumento da camada de queratina, facilitando ainda mais a ação de outros agentes carcinogênicos.

(CÂncer de língua provocado pelo tabagismo)

Em pessoas fumantes o risco de incidência de câncer bucal aumenta em 6.3 vezes quando comparados com não fumantes.

É importante lembrar que o fumo afeta a saúde em geral,tornando mais difícil o combate a infecções, e reparos de tecidos e cirurgias.

O consumo do álcool também é um fator de risco para o desenvolvimento do câncer bucal,pois determinadas concentrações de álcool aumentam a permeabilidade da cavidade oral, potencializando ainda mais a entrada de agentes carcinogênicos, além de aumentar a proliferação epitelial bem como a modificação do processo de maturação das células. O álcool em contato com a mucosa age como um solvente, expondo-a à inúmeros agentes carcinogênicos, diminuindo a velocidade de defesa do organismo podendo provocar lesões Esses danos podem ser causados por ações diretas , pela presença da corrente sanguínea,ou indireta através de outros sistemas.

 

(CÂNCER DE OROFARINGE EM PACIENTE QUE FUMAVA E BEBIA)

As bebidas fermentadas possuem menor teor alcoólico do que as bebidas destiladas,porém, é importante saber que a  quantidade total ingerida de álcool  e o tempo de duração do hábito, são mais importantes que o tipo da bebida.

A exposição solar também é um fator de risco para o desenvolvimento do câncer bucal,acometendo principalmente a região dos lábios.Por isso pessoas que ficam expostas por períodos prolongados ao sol,e principalmente as que tem pele clara, devem utilizar protetores solar e chapéus.

 

 

(CÂNCER DE LÁBIO CAUSADO PELA EXPOSIÇÃO SOLAR)

Nas ultimas décadas o vírus HPV transmitido por sexo oral têm sido o novo vilão do câncer bucal.Esse tipo de câncer acomete principalmente jovens entre 30 e 45 anos, mesmo os que não bebem e não fumam, porém praticam sexo oral desprotegido.Estudos realizados apontaram que quanto maior o número de parceiras com as quais pratica sexo oral , e quanto mais precoce for o início da vida sexual,maiores são as chances dos homens desenvolverem o câncer causado pelo HPV.

Novidades

AUTO-EXAME

06/09/2012 09:57
O que é o auto-exame? Consiste em uma técnica simples que a própria pessoa pode fazer, basta ter um espelho e estar em um ambiente bem iluminado. O objetivo de se realizar o auto-exame é a busca, e identificação, de lesões precursoras do câncer de boca. Com isto, espera-se que os indivíduos...